Polícia

PM flagrado em ‘socialzinha’ descumprindo medidas sanitárias vai ficar preso

Passou por audiência de custódia na manhã desta terça-feira (23), o cabo da Polícia Militar de 46 anos, preso em flagrante no último domingo participando de uma festa em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande. Descumprindo as medidas sanitárias, ele ainda desacatou os agentes que fizeram a prisão e também resistiu. Na audiência, o […]

Renata Portela Publicado em 23/03/2021, às 13h31 - Atualizado às 16h26

Foto ilustrativa
Foto ilustrativa - Foto ilustrativa

Passou por audiência de custódia na manhã desta terça-feira (23), o cabo da Polícia Militar de 46 anos, preso em flagrante no último domingo participando de uma festa em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande. Descumprindo as medidas sanitárias, ele ainda desacatou os agentes que fizeram a prisão e também resistiu.

Na audiência, o juiz Luiz Felipe Medeiros Vieira analisou os fatos e identificou os crimes do flagrante, sendo a infração penal militar de desobediência e resistência e o crime comum de infringir medida sanitária preventiva. O policial descumpriu o decreto estadual para conter a proliferação do coronavírus, sendo flagrado em uma ‘festinha’ com 12 pessoas.

Com os fatos, para manutenção das normas ou princípio de hierarquia e disciplina militares, que ficam ameaçados com a liberdade do militar, o magistrado converteu a prisão em flagrante em prisão preventiva. O mandado foi expedido e cumprido contra o militar.

Preso em ‘socialzinha’

Os policiais militares e guardas municipais que faziam as fiscalizações do toque de recolher receberam a informação de que, no local, estava havendo aglomeração de pessoas, com uma festa regada a bebidas alcóolicas, som alto e narguilé.

Quando os militares chegaram ao local por volta das 21h30 de domingo (21) tentaram manter contato com o dono da residência. O cabo da PM então saiu e disse que não abriria o portão. Ele foi alertado pelos colegas de farda sobre a desobediência e sobre as consequências do comportamento incompatível diante dos outros policiais. Ele apresentava estar embriagado, segundo declaração de seus colegas.

O PM continuou a desacatar os colegas e ainda entrou em luta com um deles, que tentava abrir o portão vindo a cair os dois no chão. Ele acabou preso e levado para a delegacia. Na casa foram apreendidas bebidas alcóolicas, som e narguilé. Todas as 12 pessoas envolvidas foram levadas para prestarem esclarecimentos e assinaram termo de compromisso, por infringirem a medida sanitária.

Jornal Midiamax