Polícia

PM é preso após dar festinha com som alto e desacatar colegas de farda

Foi preso no último domingo (21) um cabo da Polícia Militar de 47 anos de Dourados a 225 quilômetros de Campo Grande, depois de promover uma festinha no Conjunto Residencial Monte Carlo, com som alto e bebidas alcóolicas. Cerca de 10 pessoas estavam na festa. Os policiais militares, guardas municipais que faziam as fiscalizações do […]

Thatiana Melo Publicado em 23/03/2021, às 08h17 - Atualizado às 08h22

(Ilustrativa)
(Ilustrativa) - (Ilustrativa)

Foi preso no último domingo (21) um cabo da Polícia Militar de 47 anos de Dourados a 225 quilômetros de Campo Grande, depois de promover uma festinha no Conjunto Residencial Monte Carlo, com som alto e bebidas alcóolicas. Cerca de 10 pessoas estavam na festa.

Os policiais militares, guardas municipais que faziam as fiscalizações do toque de recolher para conter a pandemia do coronavírus, na cidade, receberam a informação de que no local estava havendo aglomeração de pessoas, com uma festa regada a bebidas alcóolicas, som alto e narguilé.

Quando os militares chegaram ao local por volta das 21h30 de domingo (21) tentaram manter contato com o dono da residência sendo que saiu ao portão, o cabo da PM dizendo que não iria abrir o portão. Ele foi alertado pelos colegas de farda sobre a desobediência e sobre as consequências e seu comportamento incompatível diante dos outros policiais. O cabo da PM apresentava estar embriagado, segundo declaração de seus colegas.

Ele continuou a desacatar os colegas e ainda entrou em luta com um deles, que tentava abrir o portão vindo a cair os dois no chão. Ele acabou preso e levado para a delegacia e nesta terça-feira (23) passa por audiência de custódia onde deve ou não ser determinada a sua prisão.

Na casa foram apreendidas bebidas alcóolicas, som e narguilé. Na festa estavam cerca de 10 pessoas, que foram encaminhadas para a delegacia para prestar esclarecimentos.

Jornal Midiamax