Polícia

Piloto se ejetou de Super Tucano após falha técnica durante treinamento em Campo Grande

Helicóptero da FAB resgatou piloto, que passa bem; aeronave foi destruída pelo fogo

Renata Portela e Ranziel Oliveira Publicado em 13/09/2021, às 13h57

Aeronave foi totalmente incendiada
Aeronave foi totalmente incendiada - (Foto: Leitor Midiamax)

A aeronave de caça A-29 Super Tucano apresentou falha técnica durante voo de treinamento, o que acabou resultando na queda do avião em uma fazenda nesta segunda-feira (13), em Campo Grande. O piloto conseguiu se ejetar ao perceber a falha técnica, direcionar a aeronave e foi socorrido.

Conforme a FAB (Força Aérea Brasileira), o piloto se ejetou já nas proximidades de Campo Grande, após detectar a falha técnica na aeronave de caça, durante um voo de treinamento. O avião, então, foi direcionado para uma região desabitada, onde colidiu com o solo.

Com a queda, a aeronave acabou pegando fogo e o incêndio atingiu aproximadamente 10 hectares da fazenda, sendo controlado pelo Corpo de Bombeiros e também por funcionários da propriedade rural. Ainda conforme a FAB, o piloto foi resgatado por um helicóptero H-60 Black Hawk do Esquadrão Pelicano e passa bem.

A ocorrência será investigada pelo Comando da Aeronáutica.

Perímetro fechado

Equipes da Polícia Militar fecharam o perímetro onde a aeronave militar, tipo Tucano, caiu em uma área de fazenda no Indubrasil, em Campo Grande. Conforme informações repassadas pelo sargento Maurício Lima, da Polícia Militar, a FAB (Força Aérea Brasileira) acionou o 190, informando sobre a queda da aeronave. Com isso, equipes da PM foram acionadas para cercarem o perímetro.

É aguardada perícia que será feita pela FAB, para identificar as causas do acidente. De acordo com o sargento Lima, os funcionários da fazenda foram os primeiros a prestarem atendimento após o acidente. Eles ainda tentam apagar as chamas na região, arando e também jogando água para evitar que o fogo se espalhe pela fazenda. Polícia Civil e Infraero (Empresa Brasileira da Infraestrutura Aeroportuária) também foram ao local.

Jornal Midiamax