Polícia

No último sábado do mês, Guarda flagra 532 desobedientes ao toque de recolher em Campo Grande

Além dos desobedientes mandados de volta para casa, Guarda ainda fiscalizou 45 estabelecimentos comerciais durante noite e madrugada.

Jones Mário Publicado em 31/01/2021, às 11h46

Ação da Guarda Municipal na noite deste sábado (Foto: Divulgação/GCM)
Ação da Guarda Municipal na noite deste sábado (Foto: Divulgação/GCM) - Ação da Guarda Municipal na noite deste sábado (Foto: Divulgação/GCM)

A Guarda Municipal de Campo Grande mandou 532 pessoas desobedientes ao toque de recolher de volta para casa, entre a noite de sábado (30) e a madrugada de hoje (31). Além disso, 45 estabelecimentos comerciais foram alvos de fiscalização pelas equipes.

O balanço foi divulgado pela própria Guarda Municipal. Campo Grande está sob toque de recolher das 22h às 5h, medida imposta a fim de frear circulação e aglomerações de pessoas e, assim, diminuir o contágio pelo novo coronavírus.

A corporação empregou 57 agentes na operação da última noite, com 26 viaturas em atividade nas sete regiões urbanas do município.

Conforme a Guarda, das 155 ligações recebidas pela central 153, 61 foram de denúncias sobre desobedientes ao toque de recolher.

Guarda Municipal, Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito) e Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) também foram às ruas em blitze da Lei Seca.

De acordo com balanço, foram realizadas 337 abordagens durante noite e madrugada. Foram parados 320 carros e 17 motocicletas, e feitos 14 testes do bafômetro.

Outros seis abordados se recusaram a fazer o teste e acabaram notificados. Os agentes também flagraram dois motoristas não habilitados e dois que dirigiam sem portar CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Jornal Midiamax