Polícia

Mulher é espancada com socos e chutes ao se recusar a beber cerveja com marido

Vítima disse que já havia sido agredida antes, mas não tinha coragem para denunciar o marido

Thatiana Melo Publicado em 02/06/2021, às 06h04

None
(Ilustrativa)

Foi preso em flagrante na noite desta terça-feira (1º), em Ponta Porã a 346 quilômetros de Campo Grande, um homem de 25 anos que espancou a esposa de 28 anos, que acabou com ferimentos nas costas e ombros.

Segundo o boletim de ocorrência registrado, os policiais foram chamados até a casa da vítima por volta das 21h20 desta terça (1º), quando a mulher passou a gritar por socorro para os vizinhos ao ser espancada com socos e chutes pelo homem. Ele ainda tentou estrangulá-la.

A vítima contou que se recusou a beber com o marido, pois estava cansada e queria dormir já que no dia seguinte precisava trabalhar. Sendo neste momento em que ele passou a agredi-la. O homem ainda falou que iria matá-la e cometer suicídio depois.

Ele acabou preso. Na delegacia, a mulher contou que já havia sido agredida anteriormente, mas tinha medo de denunciar o marido.

Denuncie, não se cale!

Existem dois números para contato: 180, que garante o anonimato de quem liga, e o 190. Importante lembrar que a Central de Atendimento à Mulher – 180 -, é um canal de atendimento telefônico, com foco no acolhimento, na orientação e no encaminhamento para os diversos serviços da rede de enfrentamento à violência contra as mulheres em todo o Brasil, mas não serve para emergências.

As ligações para o número 180 podem ser feitas por telefone móvel ou fixo, particular ou público. O serviço funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana, inclusive durante os finais de semana e feriados, já que a violência contra a mulher no Brasil é um problema sério no país.

Jornal Midiamax