Polícia

Morre idoso que estava internado após criminosos incendiarem casas em cidade de MS

Sete pessoas foram presas pelos incêndios

Renata Portela Publicado em 20/07/2021, às 16h16

Idoso sofreu queimaduras graves
Idoso sofreu queimaduras graves - (Divulgação)

Aparecido Fialho, de 60 anos, faleceu nesta terça-feira (20) vítima de queimaduras que sofreu no dia 26 de junho, em Ivinhema, a 291 quilômetros de Campo Grande. Ele estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), mas não resistiu aos ferimentos.

O idoso foi uma das vítimas da ‘noite de terror’ registrada em Ivinhema no final de junho. Um grupo criminoso teria incendiado várias casas e veículos no município, em retaliação à prisão de uma mulher por tráfico de drogas, durante a Operação Narco Brasil.

Com queimaduras de 2º grau, Aparecido permaneceu internado em estado grave. Conforme o site Ivi Notícias, ele também acabou contraindo coronavírus e faleceu nesta terça-feira.

Incêndios

Por volta das 23 horas, Corpo de Bombeiros foi acionado por conta do incêndio em uma residência que estava desocupada. O local foi tomado pelas chamas e, quando os militares faziam o rescaldo, foram chamados por conta de incêndio em um veículo.

Logo em seguida, os bombeiros foram acionados para outro incêndio em veículo, que teria passado para uma residência. Momentos depois, mais um incêndio em residência foi registrado e por fim mais dois veículos foram incendiados.

Também conforme o site Ivi Notícias, houve uma tentativa de incêndio em veículo. Uma pessoa sofreu queimaduras de segundo grau ao tentar sair da residência e passar pelo veículo que estava em chamas na garagem.

Após os crimes, sete pessoas acabaram presaspor participação nos incêndios.

Jornal Midiamax