Polícia

Juiz recebe denúncia contra ex-funcionário que abasteceu e comprou marmita em nome de distribuidora

Autor usou uniforme e crachá para se apresentar como trabalhador

None
Foto Ilustrativa

O juízo da 2ª Vara Criminal de Maracaju, a 160 quilômetros de Campo Grande,  recebeu denúncia contra um ex-funcionário acusado de abastecer e comprar marmita em nome de uma empresa distribuidora em que ele trabalhou durante o ano de 2011. O crime foi comprovado por meio de notas fiscais de postos de combustíveis, no valor aproximado de R$ 500, e também da nota fiscal de um restaurante.

Consta na peça acusatória que 1 mês após ser demitido, o autor chegou aos estabelecimentos ainda usando uniforme e crachá, simulando que seguia no quadro de funcionários da empresa. Desta forma, conseguiu abastecer seu veículo em duas ocasiões, gerando prejuízo ao antigo local de trabalho. Assim, foi denunciado pelo MPMS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul).

O juiz Raul Ignatius Nogueira, da 2ª Vara Criminal da Comarca de Maracaju, agendou para o próximo dia 15 de julho a audiência de instrução do caso, oportunidade em que serão ouvidas as testemunhas de defesa e acusação, bem como será realizado o interrogatório do réu. Por conta da pandemia do coronavírus (Covid-19), o procedimento será realizado através de uma videoconferência.

Jornal Midiamax