Polícia

Investigações apontam que trio foi executado no mesmo dia em MS

Investigações feitas pela 1º Delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã a 346 quilômetros de Campo Grande apontam que o casal assassinado a tiros Maria Carolina Pulquério, de 19 anos, e Adeilton Rocha dos Santos, de 52 anos, encontrados nesta quinta-feira (4) na cidade, na realidade foi morto no mesmo dia execução de Wathylla Pereira Soares, […]

Thatiana Melo Publicado em 05/03/2021, às 10h38 - Atualizado em 06/03/2021, às 07h23

Corpos foram encontrados com distância de 50 metros
Corpos foram encontrados com distância de 50 metros - Corpos foram encontrados com distância de 50 metros

Investigações feitas pela 1º Delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã a 346 quilômetros de Campo Grande apontam que o casal assassinado a tiros Maria Carolina Pulquério, de 19 anos, e Adeilton Rocha dos Santos, de 52 anos, encontrados nesta quinta-feira (4) na cidade, na realidade foi morto no mesmo dia execução de Wathylla Pereira Soares, de 26 anos, encontrado morto degolado na quarta-feira (3).

De acordo com o delegado que está à frente do caso Alcides Bruno Braun, a execução das três vítimas teria acontecido no mesmo dia, mas os corpos colocados em locais diferentes. Segundo o delegado é esperado o laudo da perícia para saber quem teria sido o primeiro a ser executado.

Ainda de acordo com Alcides Braun, Maria Carolina tinha ligações com Whatylla, mas ainda é investigado o tipo de relação que eles mantinham, se amorosa ou de amizade. Suspeitos pelo crime ainda não foram identificados.

Os corpos de Maria e Adeilton foram encontrados nas proximidades da JBS, na saída para Antônio João. Já o corpo de Whatylla foi encontrado degolado no final da tarde de quarta-feira (03) em uma estrada de terra na MS-164 no bairro Monte Alto, em Ponta Porã.

Jornal Midiamax