Polícia

Idoso é encontrado morto com as mãos amarradas em Campo Grande

Testemunhas contaram que vítima já havia sido perseguida, amarrada e agredida por um homem

Thatiana Melo Publicado em 18/10/2021, às 05h35

None
Rua onde ocorreu o assassinato

Foi encontrado morto em sua casa, na noite desse domingo (17), em Campo Grande, no bairro Vila Progresso, Paulo Quezada Penha, de 67 anos. Ele estava amarrado pelas mãos com um fio branco em cima do sofá.

Um casal de amigos de Paulo foi quem chamou a polícia por volta das 19h30, quando o idoso não apareceu depois de ter sido contratado para fazer um serviço para eles. Segundo o casal, Paulo nunca se atrasava para os compromissos e estranharam o seu sumiço indo até a sua casa.

Ao chegarem à residência encontraram a casa escura e tudo trancado resolvendo acionar a polícia. Quando os militares chegaram olharam, pela janela que estava quebrada vendo Paulo aparentemente morto em cima do sofá, momento em que arrombaram a porta da frente.

Paulo estava em cima do sofá amarrado pelas mãos com um fio branco que ia até o pescoço. Ele estava sangrando pelo ouvido com ferimentos contundentes na cabeça. Segundo informações, Paulo era homossexual e já havia tido problemas com um homem.

De acordo com as testemunhas, há 1 ano a vítima foi perseguida, agredida e também amarrada por este homem. A última visualização de Paulo no WhatsApp foi no sábado (16), por volta das 21 horas. Nas imediações existem câmeras de segurança que podem ajudar a esclarecer o homicídio. 

Jornal Midiamax