O idoso morava em uma casa na rua Marechal Mallet e os familiares estão transtornados. Segundo a Polícia Militar, apesar de aparentemente a morte ter sido por causas naturais, a perícia foi acionada justamente pela vítima ter sido encontrada embaixo da cama.

De acordo com o tenente médico Dermival Caldeira da Ursa (Unidade de Resgate e Suporte Avançado) do Corpo de Bombeiros, não há sinais de violência no local, nem no corpo, e nem sinais de arrombamento. Ele constatou que a morte foi natural.

Ainda segundo Caldeira, em tese o idoso morreu por broncoaspiração. “Ele vomitou e morreu com o próprio vômito. A suspeita é de que ele estava embriagado pois bebidas alcoólicas foram encontradas no quarto”.

O tenente contou ainda que o corpo foi encontrado embaixo da cama, pois havia uma garrafinha de corote no local. “A dinâmica nos leva a crer que ele se debruçou para pegar o corote, por conta da embriaguez ele caiu, vomitou e se afogou”.

A perícia foi dispensada e o corpo já deve ser liberado para a funerária.

*Matéria atualizada às 11h09 para acréscimo de informações