Polícia

Homens são presos com armas e munições escondidas no para-choque do carro em MS

Três homens acabaram presos neste sábado (13) após transportarem armas e munições escondidas no para-choque em Nova Alvorada do Sul, a 120 km de Campo Grande. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreendeu uma pistola calibre 9mm, duas carabinas calibres 6.35mm e 12, 27 munições, dois carregadores, além de 15 cédulas falsas de R$ 50. A […]

Mylena Rocha Publicado em 13/02/2021, às 17h21

(Foto: Divulgação/PRF)
(Foto: Divulgação/PRF) - (Foto: Divulgação/PRF)

Três homens acabaram presos neste sábado (13) após transportarem armas e munições escondidas no para-choque em Nova Alvorada do Sul, a 120 km de Campo Grande. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreendeu uma pistola calibre 9mm, duas carabinas calibres 6.35mm e 12, 27 munições, dois carregadores, além de 15 cédulas falsas de R$ 50.

A abordagem foi feita na BR-267, quando dois veículos trafegavam em alta velocidade. O veículo Volkswagen Gol era conduzido por um homem e no veículo Fiat Siena estavam condutor e um passageiro. Após contradições nas respostas dadas pelos abordados, os policiais resolveram realizar uma vistoria minuciosa nos veículos.

Os PRFs encontraram ocultos no para-choque traseiro do Gol uma pistola calibre 9mm com dois carregadores, uma carabina calibre 6.35mm e uma carabina calibre 12, acompanhadas de 20 munições calibre 12 e 7 munições de calibre 7.62 mm. Além disso, ao realizar buscas no interior do veículo foram encontradas no porta-luvas 15 cédulas falsas de R4 50, totalizando R$ 750, que o condutor afirmou ser o dono.

No veículo Fiat Siena foram encontrados uma luneta e bipé, que o condutor do veículo disse ser de propriedade dele e que seriam utilizadas, segundo ele, para acoplar em arma de airsoft. O condutor do veículo VW Gol confessou que receberia R$ 3 mil pelo transporte das armas e munições e os ocupantes do veículo Fiat Siena disseram que realizavam o serviço de batedor do veículo com as armas. Os envolvidos, as armas, munições e cédulas foram encaminhados à Polícia Federal.

(com informações da PRF)

Jornal Midiamax