Polícia

'Achei que era minha esposa', diz preso por estuprar menina de 8 anos em MS

Além da pena de 8 anos, foi condenado a pagar uma indenização à criança de R$ 5 mil

Thatiana Melo Publicado em 19/10/2021, às 07h58

None
(Ilustrativa)

Após comentários feitos sobre uma menina de 8 anos e depois de ter a estuprado, um homem, de 31 anos, acabou preso e condenado pela Justiça de Mato Grosso do Sul. "Ela é linda, e quando crescer vai ficar uma mulher muito bonita", dizia o autor. Ele também foi condenado a pagar uma indenização à vítima.

Consta na denúncia que o crime aconteceu quando a menina foi dormir na casa de uma tia, com quem o autor era casado. O abuso ocorreu em 2018 e, segundo relatos da menina, o homem passou as mãos em suas partes íntimas enquanto ela dormia. 

A criança contou sobre o crime para a avó, que a examinou e percebeu que seu órgão genital estava vermelho. A mulher, então, decidiu levar a neta ao hospital da cidade, onde foi constatado o crime.

O autor sempre fazia comentários sobre a aparência da menina, como "a bunda é grande e durinha", "ela é linda" e "quando crescer vai ficar uma mulher muito bonita".

Em depoimento especial na delegacia, a criança contou sobre os abusos. Já o homem alegou, durante seu interrogatório, que pode ter esbarrado na vítima enquanto dormia e que era acostumado a dormir abraçado com a esposa, com as mãos em seus seios, e por isso, enquanto dormia ao lado da criança, pode ter pensado estar com a esposa.

Ele acabou condenado a 8 anos de reclusão, em regime semiaberto, além de ser condenado ao pagamento de indenização no valor de R$ 10 mil. Mas, a defesa recorreu pedindo, inclusive, pela absolvição do autor. O recurso foi parcialmente provido apenas para reduzir a indenização para R$ 5 mil. A sentença é deste mês publicada em Diário da Justiça. 

Jornal Midiamax