A vítima que foi atingida por um tiro nas costas durante uma troca de tiros entre policiais paraguaios e membros do PCC (Primeiro Comando da Capital), na madrugada de domingo (10) está em estado grave na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), do hospital de .

Segundo informações do site Amambay Ahora, o homem foi atingido na região lombar ficando paraplégico. A vítima acabou ferida quando policiais trocavam tiros com membros do PCC, que tentavam resgatar da cadeia, Giovanni Barboza da Silva, o ‘Bonitão'.

‘Bonitão' acabou sendo expulso do Paraguai pelo presidente Mario Abdo que solicitou a sua expulsão. Ele foi levado até Ciudad del Este neste domingo (10), onde foi feita a expulsão pela Ponte da Amizade.

Na madrugada de domingo (10), momentos após a prisão da liderança do PCCgrupo fortemente armado com fuzis teria invadido o departamento de investigação onde ele estava. Um policial paraguaio chegou a ser feito refém e houve troca de tiros, mas a tentativa de resgate foi frustrada.

Durante a prisão de ‘Bonitão' que estava a bordo de uma caminhonete, um fuzil da marca MOE, modelo FN15, série FNCR 001854, origem EUA, calibre 5.56 / .223, com dois carregadores e dois celulares foi apreendido com ele.

De acordo com o promotor Lorenzo Lezcano, encarregado do caso, o narcotraficante possui um mandado de prisão preventiva no Brasil por crimes de tráfico de drogas, tráfico e promoção de armas, constituição, financiamento e integração de . Ele também é conhecido pelo codinome ‘Coringa'.