Polícia

Esposa de réu na Omertà que fotografava e filmava crianças nuas vai continuar presa

Os dois são alvos de investigação pela produção do material

Renata Portela e Danielle Errobidarte Publicado em 08/06/2021, às 15h01

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - (Arquivo, Midiamax)

Em audiência de custódia na manhã desta terça-feira (7), foi decretada a prisão preventiva de Eliane Benitez Batalha, esposa do ex-guarda municipal Marcelo Rios, réu na Omertà atualmente detido no Presídio Federal de Mossoró (RN). Ela foi presa em flagrante em casa, no Caiobá, durante cumprimento de mandado.

Equipe da Depca (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente) foi até a casa de Eliane por volta das 6 horas, onde cumpriram mandado de busca e apreensão. No local foram apreendidos o celular dela, além de 4 pen drives e um cartão de memória de 8gb, mais um chip de celular.

Eliane e Marcelo Rios eram investigados pela produção de material de pedofilia, bem como compartilhamento de fotos e vídeos. Ela acabou presa em flagrante pelo armazenamento do conteúdo. As vítimas que estavam nas imagens são um menino de 7 e uma menina de 9 anos.

As crianças foram ouvidas pelo setor psicossocial e o menino revelou que Eliane sempre fazia vídeos ou fotos dele, nu ou com roupas íntimas. Ele revelou que a mulher também tinha costume de pegar no órgão genital da criança. Além disso, uma amiga dela também participava da ação criminosa, sempre obrigando o menino a fazer massagem nela e fazendo massagem no menino, também o tocando no órgão genital.

Já a menina revelou que a acusada tirava fotos dela tomando banho e na piscina, também com amiguinhos. A mulher chegava a levar cada uma das crianças individualmente até um quarto, onde tirava mais fotos. Em um pen drive foram encontradas mais de 20 fotos com conteúdo de pedofilia.

Eliane confirmou que tira as fotos, mas negou o compartilhamento ou a intenção libidinosa nos atos.

Jornal Midiamax