Polícia

Durante protesto contra 'lockdown', comerciante é preso por infração sanitária em MS

De acordo com a PM, ele teria causado aglomeração

Renan Nucci Publicado em 31/05/2021, às 14h26

Imagem mostra manifestantes durante protestos nesta manhã
Imagem mostra manifestantes durante protestos nesta manhã - Reprodução

Um comerciante foi preso pela Polícia Militar no final da manhã desta segunda-feira (01), em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande, durante protesto realizado na Rua Coronel Ponciano, nas imediações da prefeitura, contra medidas administrativas municipais que decretaram o lockdown na cidade, como forma de conter o avanço da pandemia do coronavírus (Covid-19).

De acordo com a PM, a prisão se deu em razão da infração de medida sanitária. Ou seja, o comerciante seria representante de uma associação que estaria por trás da organização do manifesto que, por sua vez, resultou em aglomeração. Neste sentido, ele teria sido identificado por uma equipe da Guarda Municipal que acionou uma promotora de Justiça plantonista.

A promotora, por sua vez, determinou a prisão. O comerciante foi encaminhado à sede do 3° Batalhão e depois à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário)  para assinatura de um termo circunstanciado. Conforme já noticiado, o prefeito Alan Guedes decretou lockdown em Dourados como forma de combater a pandemia. As restrições de funcionamento do comércio tiveram início no domingo (30), e devem durar 14 dias.

Jornal Midiamax