Cotidiano

Vigilância lacra loja de departamentos que abriu durante lockdown em Dourados

Havan vendia alimentos, mas decreto prevê abertura apenas para estabelecimentos que tenham a venda de alimentos como principal operação

Adriel Mattos Publicado em 30/05/2021, às 15h41

None
Foto: Divulgação/PMD

O Departamento de Vigilância Sanitária de Dourados lacrou neste domingo (30) a loja de departamentos Havan, flagrada em pleno funcionamento mesmo com decreto que veda o funcionamento durante o lockdown de 14 dias. Os fiscais foram ao local após receberem uma denúncia.

Apesar da loja ter incluído alguns itens de mercado para venda, o decreto prevê que pode funcionar apenas empresas que comercializem alimentos em geral, como mais de 60% de seus itens de venda, e comercialize pelo menos sete dos seguintes gêneros alimentícios: carnes, leite, feijão, arroz, farinhas, legumes, pães, café e chá, frutas, açúcar, óleo, banha ou manteiga.

Durante a fiscalização, os agentes encontraram clientes no local, o que configurou outra infração. Além da Havan, a Vigilância autuou um supermercado e diversas conveniências abertas.

Dourados está sob bandeira cinza do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia), do Governo do Estado. A cidade, que recebe pacientes de 33 municípios da região, está com 106% dos leitos hospitalares ocupados.

Jornal Midiamax