Polícia

Desempregado, traficante diz que começou a enviar droga pelos Correios há um mês

Ele usava spray educador de cães para evitar os farejadores

Renata Portela Publicado em 15/09/2021, às 13h18

Droga era enviada em caixas pelos Correios
Droga era enviada em caixas pelos Correios - (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Em interrogatório, o rapaz, de 24 anos, preso em flagrante pela Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) na noite de terça-feira (14) contou que está desempregado há um ano. Vivendo de bicos, ele teria começado o ‘negócio’ de envio de droga pelos Correios há aproximadamente um mês.

Foram cerca de 20 dias de investigação pela Denar, que já acompanhava a ação do rapaz. Ele contou que ia aos Correios aproximadamente 4 vezes por semana, despachava várias caixas e ganhava R$ 50 por encomenda.

Segundo o delegado titular da Denar, Gustavo Ferraris, na prisão em flagrante o suspeito despachava 7 caixas com maconha, na agência dos Correios do Shopping Campo Grande. Ainda de acordo com o rapaz, ele usava um spray educador de cachorros nas caixas, para burlar a fiscalização dos correios, evitando os cães farejadores.

Preso em flagrante pelo tráfico de drogas interestadual, ele deve passar por audiência de custódia na quinta-feira (16).

Jornal Midiamax