Polícia

Pelos Correios, rapaz despachava droga com arte personalizada e spray aromático

Rapaz foi preso quando tentava enviar sete caixas; ideia era tentar confundir cachorros farejadores

Thatiana Melo e Gabriel Neves Publicado em 15/09/2021, às 11h28

None
(Henrique Arakaki, Midiamax)

Após 20 dias de investigação, a Denar (Delegacia de Repressão ao Narcotráfico) derrubou um esquema de envio de maconha pelos Correios em Campo Grande. Um rapaz, de 24 anos, acabou preso quando tentava enviar as caixas, nesta terça-feira (15).

Informações passadas pelo delegado Gustavo Ferraris é de que há 20 dias o traficante estava sendo monitorado. Já nesta terça (15), o autor tentava despachar sete caixas com maconha em uma agência dos Correios do Shopping quando acabou preso. Em três caixas havia 1 quilo de maconha cada, já nas outras quatro havia 100 gramas em cada.

As caixas seriam enviadas para Minas Gerais, São Paulo e Bahia. Para os policiais, o traficante disse que ganhava por envio de cada caixa o valor de R$ 50, e que começou a traficar por necessidade.

Para disfarçar o cheiro da droga na hora de fazer o envio, ele usava um spray para inibir cheiro de cachorro nas embalagens da droga. Na casa do traficante, no bairro Jardim Presidente, foram localizados mais 13 quilos de droga, balança de precisão e dinheiro do tráfico. O cúmplice do autor é procurado pela polícia.

Jornal Midiamax