Polícia

Debilitada, garça que estava presa em anzol há dias no rio Amambai é resgatada

Bico e língua da ave estavam em estado de putrefação

Renata Portela Publicado em 06/09/2021, às 13h34

Ave foi resgatada e levada para tratamento
Ave foi resgatada e levada para tratamento - (Divulgação, PMMS)

No domingo (5), uma garça foi resgatada por policiais militares ambientais no rio Amambai, na região de Naviraí, a 359 quilômetros de Campo Grande. A ave estava presa em um anzol de galho há aproximadamente 4 dias, bastante debilitada.

Segundo a PMA (Polícia Militar Ambiental), equipe que atua na Operação Hot Point de proteção aos recursos pesqueiros encontraram a garça presa no anzol. Os militares conseguiram livrar a ave, com cuidado para que o animal não ficasse ainda mais estressado e debilitado, e fizeram o resgate.

A polícia acredita que a garça estava presa há aproximadamente 4 dias, pois a língua e o bico já estavam em estado de putrefação e o animal estava muito debilitado. Em estado gravíssimo, a ave foi levada para a fazenda Green Farm CO2 Free, em Itaquiraí, onde existe estrutura de atendimento veterinário para animais silvestres.

Ainda de acordo com a PMA, as iscas nos anzóis acabam atraindo as aves que tentam se alimentar e podem acabar ficando presas. Ação de prevenção à pesca predatória pela polícia é a retirada dos petrechos de pesca dos rios, proibidos e armados por infratores. São eles as redes de cardumes, espinheis, anzóis de galho, pelo alto poder de captura.

Jornal Midiamax