A criança chegou acompanhada pela mãe na unidade às 9h20 deste sábado, já em estado gravíssimo. O menino teve uma parada cardíaca e os profissionais de saúde tentaram reanimá-lo, mas sem sucesso. Ele não resistiu e acabou morrendo 30 minutos depois, por volta das 9h50.

Segundo a Sesau, durante o primeiro atendimento do menino, no dia 21, foram realizados exames e a criança deveria retornar na quarta-feira (23) — o que não teria acontecido. Conforme a Sesau, a criança já teria histórico clínico de problemas de saúde.