Polícia

Bandidos invadem casas no Rita Vieira e moradores fazem força-tarefa para a captura

Criminosos estavam procurando fios de cobre para roubar

Fábio Orue Publicado em 08/10/2021, às 16h14

Bandido foi flagrado em cima de muro de casa no Rita Vieira
Bandido foi flagrado em cima de muro de casa no Rita Vieira - Foto: Fala Povo/ Jornal Midiamax

Moradores do bairro Rita Vieira mostraram que a máxima 'a união faz a força' é verdadeira ao montar um força-tarefa e ajudar na captura de dois bandidos que estavam invadindo as casas da região e furtando fios de cobre. 

Conforme o morador Célio Silva, que acionou a Polícia Militar, a comunicação por grupos no WhatsApp foi essencial para o exito e captura dos bandidos. Segundo ele, um homem que mora na Rua Mário Carrato flagrou um dos criminosos em cima do muro de uma casa por volta de 13h40, quando a PM foi acionada. 

Nisso, começou uma caçada aos bandidos, com a comunicação feita nos cinco grupos de moradores do Rita Vieira. "Os meliantes estavam fazendo uma varredura nas casas. A gente tem um grupo bem informado de rua e do bairro inteiro e a comunicação corre bem. Aí a gente conseguiu pegar os dois na descida do [bairro] Santo Eugênio", narrou ele ao Jornal Midiamax

Criminosos foram capturados na Rua Caldas Aulete (Foto: Fala Povo/ Jornal Midiamax)

Os dois bandidos foram presos e com eles a PM apreendeu alguns fios de cobre furtados e materias usados durante o crime como alicates e chaves de fenda. Eles foram encaminhados para uma Delegacia de Polícia para registro do flagrante. 

A união faz a força 

As redes sociais e aplicativos para celular têm se tornando uma arma da população para se prevenir contra crimes. Moradores se unem através de grupos no WhatsApp para alertar outros vizinhos sobre roubos, furtos e pessoas suspeitas que circulam pelos bairros.

E para quem pensa que isso pode atrapalhar o serviço da polícia, se engana, geralmente nesses grupos de ‘bairros’ circula bastante informação e em sua maioria bastante detalham o que pode ajudar e muito o trabalho da polícia. Muitas das informações são passadas ainda em período de flagrante, com muita informação e na maioria das vezes com fotos e vídeos.

Jornal Midiamax