Polícia

Avó descobriu estupro de menina de 4 anos em sítio ao trocar roupa da criança

A descoberta de que uma menina de 4 anos havia sido estuprada em seu sítio na região de Jaraguari a 47 quilômetros de Campo Grande, aconteceu depois que a avó teria trocado a roupa da criança e visto sangue na calcinha da vítima. O autor do crime, um rapaz de 21 anos foi preso nesta […]

Thatiana Melo Publicado em 26/01/2021, às 10h13

(Ilustrativa)
(Ilustrativa) - (Ilustrativa)

A descoberta de que uma menina de 4 anos havia sido estuprada em seu sítio na região de Jaraguari a 47 quilômetros de Campo Grande, aconteceu depois que a avó teria trocado a roupa da criança e visto sangue na calcinha da vítima. O autor do crime, um rapaz de 21 anos foi preso nesta segunda-feira (25) e já levado para a penitenciária.

De acordo com o delegado Jarley Inácio de Souza, a avó teria visto o sangue na calcinha da neta e questionado o que havia acontecido e a criança respondido que o autor havia abusado dela. A polícia foi acionada e o homem preso. Ele confessou o estupro, e teria dito durante seu depoimento que foi um ‘deslize’.

Ainda de acordo com o delegado, o sangue na realidade na calcinha da criança era da própria menina que havia cortado o dedo e depois mexido nas roupas íntima, que usava. “Foi feito exames na criança, que deram resultado negativo para lacerações nas partes íntimas da criança, mas ele confessou o estupro dizendo que teria sido uma única vez”, disse o delegado.

O rapaz morava com a família a cerca de 2 anos. Ele teria ameaçado a criança caso ela contasse o que havia acontecido. A menina ficava sob os cuidados da avó para a mãe poder estudar em Campo Grande.

Jornal Midiamax