Polícia

Arrendatário é autuado por desmatamento ilegal de vegetação nativa

A supressão ilegal de 1,5 hectares de vegetação nativa

Diego Alves Publicado em 15/09/2021, às 22h15

Divulgação, PMA
Divulgação, PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou um arrendatário por desmatamento ilegal de vegetação nativa em lote arrendado em assentamento em Dourados, cidade a 224 quilômetros de Campo Grande.

Segundo a polícia, um desmatamento ocorrido ilegalmente no município foi localizado, quando policiais ambientais de Dourados realizaram fiscalização ontem (14) no assentamento Lagoa Grande, localizado no Distrito de Itahum. A supressão ilegal de 1,5 hectares de vegetação nativa de cerrado foi verificada em um lote rural, arrendado pelo infrator.

Ainda de acordo com a polícia, a vegetação derrubada, envolvendo centenas de árvores de grande porte e arbustiva, ainda estava espalhada na área desmatada. De fato, caso a fiscalização não localizasse o desmatamento, ele seria executado em área muito maior. As atividades foram interditadas. O arrendatário de 52 anos, residente no Distrito de Itahum, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 2 mil. Ele também responderá por crime ambiental com pena prevista de um a seis meses de detenção.

Jornal Midiamax