Polícia

‘Alterado’ e com ferimentos, adolescente desaparecido é encontrado 3 dias depois

Depois de três dias, o adolescente de 14 anos que estava desaparecido desde sábado (30) foi encontrado pelo pai na segunda-feira (01), em Campo Grande. De acordo com o pai, um vendedor de salgados, o garoto foi localizado nas proximidades da casa do ex-padrasto, na região do bairro Los Angeles, e estava bastante alterado. Conforme […]

Renan Nucci Publicado em 02/02/2021, às 14h17 - Atualizado às 14h32

Pai do garoto desaparecido fala ao Midiamax. (Henrique Arakaki, Midiamax)
Pai do garoto desaparecido fala ao Midiamax. (Henrique Arakaki, Midiamax) - Pai do garoto desaparecido fala ao Midiamax. (Henrique Arakaki, Midiamax)

Depois de três dias, o adolescente de 14 anos que estava desaparecido desde sábado (30) foi encontrado pelo pai na segunda-feira (01), em Campo Grande. De acordo com o pai, um vendedor de salgados, o garoto foi localizado nas proximidades da casa do ex-padrasto, na região do bairro Los Angeles, e estava bastante alterado.

Conforme o pai, o garoto demonstrava nervosismo, agitação e se recusava a voltar para a casa. “Tive que segurá-lo pelo braço pra convencer ele a subir na moto”, disse. O garoto também estava com ferimentos na boca, dentro os quais um corte e ao menos seis dentes amolecidos. Ele alegava ter batido a boca em uma piscina.

Porém, o pai não descarta que o filho tenha sido agredido e esteja escondendo os fatos a fim de acobertar os autores. “Não acredito que se machucou na piscina não”, pontuou. Apesar de toda resistência, o garoto voltou para a casa. Ainda na segunda-feira, foi com o pai à DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), para esclarecimentos.

Já nesta terça-feira (02), por orientação da polícia, o pai foi com o filho ao Conselho Tutelar. O garoto diz que quer morar com a mãe na cidade de Dourados. Conforme noticiado, na madrugada de sábado, o pai acordou para preparar as massas dos salgados que fabrica, quando se deu conta que o menino havia desaparecido.

Ele foi até o quarto do garoto e encontrou um bilhete em que dizia: ‘pai fui embora’. Preocupado, o homem foi até a casa do tio do adolescente para saber se o filho estava lá, já que na segunda semana de janeiro o menino havia ficado uns dias na casa desse tio. Mas, o vendedor não encontrou o adolescente. 

A mãe do garoto, que mora em Dourados, mandou mensagens para o celular do filho e recebeu como resposta que estava bem e que só queria descansar. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Jornal Midiamax