Polícia

Adolescente envolvido em roubo de carro tem passagens por tráfico e ficou por 4 meses na Unei

Dupla roubou veículo no Chácara Cachoeira; um morreu e o menor foi apreendido

Fábio Oruê e Thatiana Melo Publicado em 30/12/2021, às 21h08

Adolescente foi apreendido escondido em galpão
Adolescente foi apreendido escondido em galpão - Foto: Divulgação/ GCM

Adolescente de 17 anos, envolvido em roubo de carro na tarde desta quinta-feira (30) que resultou na morte do seu comparsa, tem passagem pela polícia desde 2017 e já esteve na Unei (Unidade Educacional de Internação) Dom Bosco em uma das apreensões. 

Conforme apurado pelo Jornal Midiamax, o menor tem passagens por tráfico de drogas, vias de fato, dano ao pratimônio e, agora, o roubo desta quinta, no Bairro Chácara Cachoeira, em Campo Grande. Ele foi apreendido pela GCM (Guarda Civil Metropolitana) e encaminhado para a Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude).

Aos 13 anos, o adolescente teve sua primeira apreensão, por dano ao patrimônio público, em outubro de 2017. Em 2019, ele tem duas passagem por tráfico de drogas e uma por porte de entorpecente. Em janeiro de 2020 novamente foi pego por trágico. 

Já em 2021, o menor tem dois tráficos de drogas, uma por desobediência, uma vias de fato e o roubo. Ele segue aoreendido na Deaij. 

Roubo de carro

Nesta quinta, os dois suspeitos estavam fugindo pela rodovia em direção ao distrito de Anhanduí após terem roubado um veículo Ford Ka. Próximo ao km 429 da BR-163, os policiais de Anhanduí viram o carro roubado em alta velocidade e fazendo "zig zag" pela pista. Os PMs atravessaram a viatura na pista para montar a barreira e, percebendo que o veículo não desacelerou, deram dois tiros, que acertaram a frente do carro.

Os dois suspeitos então pararam o carro e fugiram para dentro da mata às margens da rodovia. A polícia começou a varredura no local e, quando se aproximaram de um deles, esse teria reagido apontando a arma para os policiais, quando foi alvejado com tiros no peito e morto.

O suspeito levado à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Guaicurus pela polícia, mas não resistiu. Já o menor infrator acabou preso pouco tempo depois em um galpão numa fazenda próximo ao local da fuga.

Jornal Midiamax