Polícia

Acusado de estuprar e torturar mulher por 5 dias tem absolvição negada pela Justiça

O acusado de estuprar e torturar uma mulher de 38 anos na cidade de Paranaíba a 407quilômetros de Campo Grande no ano passado teve o pedido de absolvição negado pela Justiça nesta quarta-feira (24). A decisão foi por unanimidade dos magistrados que negaram o pedido feito pela defesa de absolvição. A publicação foi feia no […]

Thatiana Melo Publicado em 24/03/2021, às 11h18

(Foto Divulgação)
(Foto Divulgação) - (Foto Divulgação)

O acusado de estuprar e torturar uma mulher de 38 anos na cidade de Paranaíba a 407quilômetros de Campo Grande no ano passado teve o pedido de absolvição negado pela Justiça nesta quarta-feira (24).

A decisão foi por unanimidade dos magistrados que negaram o pedido feito pela defesa de absolvição. A publicação foi feia no Diário da Justiça desta quarta (24). O homem foi condenado em outubro do mesmo ano a 18 anos de prisão.

Consta na denúncia que entre os dias 06 de abril a 10 de abril de 2020, no bairro de Lourdes, o denunciado privou a vítima de sua liberdade, mediante cárcere privado, sendo que em razão de maus-tratos gerou grave sofrimento físico e moral. Ele ainda a estuprou por diversas vezes.

O crime foi descoberto no dia 10 de abril, quando a polícia recebeu a informação indo até a casa. No endereço, os policiais encontraram a vítima bastante assustada e com medo, momento em que, um dos militares precisou pular o muro da residência, já que o autor a teria trancado na casa.

Durante os dias de cárcere, a mulher sofreu agressões com socos na cabeça, murros, chutes e puxões de cabelo, além de ser afogada em uma caixa d’água. Ainda de acordo com a denúncia, o autor deixou a vítima em visível estado de vulnerabilidade, tendo em vista que mal permitia que a mesma se alimentasse, além de obriga-la a ingerir, diversas vezes ao dia, água com açúcar.

Jornal Midiamax