Polícia

Sob forte comoção, amigos e familiares se despediram de policial morto em Campo Grande

Familiares, amigos e colegas lotaram a Câmara Municipal de Coxim, a 253 quilômetros de Campo Grande, para se despedirem do policial civil Antonio Marcos Roque da Silva, nesta quarta-feira (09). Ontem, ele foi assassinado junto com o colega Jorge Silva dos Santos, durante transporte de preso na Capital. O autor do duplo homicídio, Ozeias Silveira de […]

Renan Nucci Publicado em 10/06/2020, às 17h51 - Atualizado em 11/06/2020, às 20h02

Velório foi realizado na Câmara Municipal de Coxim. Foto: PC de Souza/Edição MS
Velório foi realizado na Câmara Municipal de Coxim. Foto: PC de Souza/Edição MS - Velório foi realizado na Câmara Municipal de Coxim. Foto: PC de Souza/Edição MS

Familiares, amigos e colegas lotaram a Câmara Municipal de Coxim, a 253 quilômetros de Campo Grande, para se despedirem do policial civil Antonio Marcos Roque da Silva, nesta quarta-feira (09). Ontem, ele foi assassinado junto com o colega Jorge Silva dos Santos, durante transporte de preso na Capital. O autor do duplo homicídio, Ozeias Silveira de Morais, de 45 anos, morreu em confronto com policiais enquanto tentava se esconder.

Marcão, como era mais conhecido pela população coxinense, era apontado como cidadão exemplar.  “Para nós ficam os exemplos, de bom profissional, filho, marido e pai. Uma perda imensurável”, disse Vladimir Ferreira (PT), presidente da Câmara de Coxim e amigo de Marcão, ao jornal Edição MS

Os filhos pequenos, ainda sem entender o que aconteceu, brincavam do lado de fora da capela, quando o corpo saiu para o sepultamento, sob aplausos. Ainda conforme o site Edição MS o cortejo percorreu várias ruas da cidade e passou em frente à sede da Delegacia Regional, onde fica o 1º Distrito Policial, local em que Marcão serviu por mais de uma década.

Jornal Midiamax