Polícia

Servidor de prefeitura em MS é acusado de cobrar propina para realizar serviços gratuitos

Na segunda-feira (20), foi encerrada a investigação sobre um servidor concursado da Prefeitura de Nova Alvorada do Sul, cidade a 120 quilômetros de Campo Grande. Ele é acusado de cobrar propina para realizar serviços que deveriam ser gratuitos. Conforme apurado nas investigações, com apoio do Setor Jurídico da prefeitura, o servidor se aproveitava das pessoas […]

Renata Portela Publicado em 21/07/2020, às 08h11 - Atualizado às 18h41

Caso foi investigado pela Polícia Civil (Foto: Divulgação)
Caso foi investigado pela Polícia Civil (Foto: Divulgação) - Caso foi investigado pela Polícia Civil (Foto: Divulgação)

Na segunda-feira (20), foi encerrada a investigação sobre um servidor concursado da Prefeitura de Nova Alvorada do Sul, cidade a 120 quilômetros de Campo Grande. Ele é acusado de cobrar propina para realizar serviços que deveriam ser gratuitos.

Conforme apurado nas investigações, com apoio do Setor Jurídico da prefeitura, o servidor se aproveitava das pessoas que o procuravam para regularização de terrenos. Assim, ele cobrava valor ilicitamente, enganando as vítimas dizendo que elas deveriam pagar tributos que, na verdade, não existiam.

Ainda foi identificado que o servidor usava contas de laranjas ou até mesmo a pessoal para receber o dinheiro. Com isso, o esquema estava cada vez mais elaborado e, com a identificação de várias vítimas, o servidor acabou indiciado. Se condenado pelos crimes de concussão e advocacia administrativa ele pode pegar pena de até 13 anos de prisão.

Jornal Midiamax