Polícia

Professor que participou de festa clandestina com enfermeiros pede desculpas em vídeo

Depois da festa clandestina que aconteceu neste fim de semana em Nova Andradina a 297 quilômetros de campo Grande, que teve a participação de servidores do Hospital Regional, o professor que estava na festa gravou um vídeo pedindo desculpas. Em um vídeo gravado, o professor admite que participou de uma confraternização e diz que errou […]

Thatiana Melo Publicado em 01/07/2020, às 09h11 - Atualizado às 11h32

None

Depois da festa clandestina que aconteceu neste fim de semana em Nova Andradina a 297 quilômetros de campo Grande, que teve a participação de servidores do Hospital Regional, o professor que estava na festa gravou um vídeo pedindo desculpas.

Em um vídeo gravado, o professor admite que participou de uma confraternização e diz que errou pedindo desculpas à população. “Estou aqui para me retratar com toda a comunidade escolar, sei do meu erro e estou muito chateado”, disse na gravação.

A retratação feita pelo professor seria uma medida imposta pela Semec (Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes), segundo o site Nova News. As imagens da festa circularam em vários grupos revoltando os moradores da cidade.

O diretor do Hospital Regional, Noberto Fabre, disse nesta terça-feira (30), que um procedimento administrativo seria aberto para apurar a conduta dos servidores do hospital, que já teriam sido identificados. “já demos todas as orientações aos profissionais, mas não temos controle sobre o que fazem fora do trabalho”.

Nas imagens era possível ver várias pessoas participando de uma festa ‘clandestina’ regada a muito álcool e som alto. Os participantes ainda gritavam durante a filmagem ‘covid-19’ e pediam para que fizessem doações usando o QR code, em uma ‘brincadeira’ lembrando as lives de artistas feitas durante a quarentena.

Jornal Midiamax