Polícia

Preso por esfaquear mulher grávida já tinha histórico de violência doméstica

O homem de 44 anos preso por esfaquear a esposa grávida na cidade de Três Lagoas, a 323 quilômetros de Campo Grande, já tinha histórico de violência doméstica. De acordo com a delegada Patrícia Peixoto, da DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher), havia contra ele boletim de ocorrência por ameaça registrado no ano passado, por […]

Renan Nucci Publicado em 11/11/2020, às 13h23 - Atualizado às 17h43

(Foto: Ilustrativa/JP News)
(Foto: Ilustrativa/JP News) - (Foto: Ilustrativa/JP News)

O homem de 44 anos preso por esfaquear a esposa grávida na cidade de Três Lagoas, a 323 quilômetros de Campo Grande, já tinha histórico de violência doméstica. De acordo com a delegada Patrícia Peixoto, da DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher), havia contra ele boletim de ocorrência por ameaça registrado no ano passado, por outra vítima.

Patrícia instaurou inquérito para apuração dos crimes de feminicídio tentado e aborto sem consentimento da gestante, já que por conta das agressões, o bebê de 28 semanas acabou morrendo. O homem, por sua vez, foi autuado em flagrante e encaminhado à Penitenciária de Segurança Média e aguarda a audiência de custódia.

“A Polícia Civil esclarece que foi pedido ao Poder Judiciário a prisão preventiva do autor e que a vítima não havia registrado nenhum boletim de ocorrência em face dele e não possuía medidas protetivas de urgência”, explicou a delegada na nota. O autor, segundo ela, confessou ter atacado a vítima com duas facadas e depois se auto lesionado no ombro.

O objetivo dele era minimizar as agressões cometidas contra a mulher, dizendo que também foi atacado durante uma briga. Os fatos ocorreram na madrugada de terça-feira (10). O homem atacou a mulher enquanto ela dormia. Após o crime, a vítima conseguiu pedir socorro a um vizinho e o autor, ao perceber a presença da testemunha, levou a mulher para o hospital. 

A vítima foi submetida à uma cirurgia cesariana para retirada do bebê, que nasceu vivo, mas faleceu horas após. “O autor foi ouvido na Delegacia de Polícia e confessou ter desferido dois golpes de faca no pescoço da ofendida, após uma discussão, bem como ter se auto lesionado no ombro”, disse Patrícia.

Jornal Midiamax