Polícia

Grávida que perdeu o bebê após ser esfaqueada pelo marido está em estado grave na UTI

Está internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Auxiliadora, em Três Lagoas, a 323 quilômetros de Campo Grande, a mulher esfaqueada pelo marido durante a madrugada desta terça-feira (10). Ela estava grávida e perdeu o bebê após uma cesariana de emergência. De acordo com a unidade de saúde, a vítima segue em estado […]

Renan Nucci Publicado em 10/11/2020, às 14h14 - Atualizado em 11/11/2020, às 10h17

(Foto: Ilustrativa/JP News)
(Foto: Ilustrativa/JP News) - (Foto: Ilustrativa/JP News)

Está internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Auxiliadora, em Três Lagoas, a 323 quilômetros de Campo Grande, a mulher esfaqueada pelo marido durante a madrugada desta terça-feira (10). Ela estava grávida e perdeu o bebê após uma cesariana de emergência. De acordo com a unidade de saúde, a vítima segue em estado grave. 

Conforme já noticiado, a mulher foi esfaqueada no pescoço enquanto dormia em um condomínio da cidade. Um vizinho teria visto a vítima ferida, se arrastando pelo apartamento, ocasião em que acionou a Polícia Militar. O suspeito então prestou socorro e encaminhou a esposa ao hospital.

Em seguida, a equipe policial foi informada que um casal ferido com faca havia dado entrada na unidade de saúde e foi ao local. Lá, descobriu que a vítima estava gravemente ferida e passaria por uma cesariana, tendo em vista que estava com 28 semanas de gestação e corria risco de morte. Ela havia perdido muito sangue e sofreu uma parada cardíaca, assim como o bebê. 

A cirurgia foi realizada com sucesso, mas a criança não resistiu e morreu horas depois. O homem tinha um ferimento no ombro e alegou ter sido agredido pela mulher. A suspeita é de que ele, depois de atacá-la, tentaria forjar um suicídio, mas como a testemunha viu a mulher se arrastando, decidiu socorrê-la. O autor foi preso e caso é investigado.

Jornal Midiamax