Polícia

Polícia segue com buscas a acusado de matar atual da ex por não aceitar término

A Polícia Militar e a Polícia Civil seguem com as buscas a um homem de 32 anos e o comparsa, acusados pela morte de Abel Júnior de Jesus, 24 anos, morto com uma facada na madrugada desta quinta-feira (16) em Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande. O suspeito matou o atual namorado da ex-companheira, […]

Dayene Paz Publicado em 16/07/2020, às 15h02 - Atualizado às 15h05

Vítima foi morta com cinco golpes de faca no pescoço (Ilustrativa)
Vítima foi morta com cinco golpes de faca no pescoço (Ilustrativa) - Vítima foi morta com cinco golpes de faca no pescoço (Ilustrativa)

A Polícia Militar e a Polícia Civil seguem com as buscas a um homem de 32 anos e o comparsa, acusados pela morte de Abel Júnior de Jesus, 24 anos, morto com uma facada na madrugada desta quinta-feira (16) em Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande. O suspeito matou o atual namorado da ex-companheira, pois não aceitava o fim do relacionamento, conforme as informações levantadas preliminarmente.

As buscas seguem em conjunto na região e, conforme a polícia, testemunhas já começaram a serem ouvidas. A ex-mulher do suspeito possuía medidas protetivas para que ele não se aproximasse, já que o homem teria feito ameaças de morte por não aceitar o fim do relacionamento.

No entanto, durante a madrugada, o ex-companheiro invadiu a casa dela, no bairro Aeroporto. Ele estava acompanhado de um comparsa, que ainda não foi identificado.

A mulher de 22 anos estava dormindo com Abel, quando foram surpreendidos. O suspeito desferiu um golpe de faca na região do abdômen de Abel, que conseguiu fugir pulando o muro da casa do vizinho, mas não resistiu ao ferimento e morreu. O autor da facada e o comparsa fugiram.

Jornal Midiamax