Polícia

Polícia ainda ouvirá criança que teria sido estuprada pelo pai em posto de combustíveis

A criança de cinco anos que teria sido estuprada pelo próprio pai em um posto de combustíveis abandonado na região do Jardim Noroeste, em Campo Grande, ainda será ouvida em depoimento especial na Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente). O crime ocorreu na noite da última sexta-feira (05). A delegada Marília […]

Dayene Paz Publicado em 08/06/2020, às 18h48 - Atualizado às 18h59

Caso foi levado para a Depca. Imagem: Arquivo, Midiamax
Caso foi levado para a Depca. Imagem: Arquivo, Midiamax - Caso foi levado para a Depca. Imagem: Arquivo, Midiamax

A criança de cinco anos que teria sido estuprada pelo próprio pai em um posto de combustíveis abandonado na região do Jardim Noroeste, em Campo Grande, ainda será ouvida em depoimento especial na Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente). O crime ocorreu na noite da última sexta-feira (05).

A delegada Marília de Brito afirmou que o caso deve chegar até a delegacia especializada nesta terça-feira (09), quando iniciará a investigação. A denúncia foi feita pela mãe da menina, uma mulher de 27 anos, que procurou o plantão da Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

A mulher contou que está separada há mais de um mês do suspeito, quando na sexta-feira, sem a permissão dela, o pai teria buscado a filha na casa da avó materna. A família mora no Loteamento Nova Serrana, região do Noroeste.

Conforme a denúncia, ele teria levado a filha até um posto de combustíveis abandonado, que fica próximo ao bairro onde a família mora. Neste momento, a mãe chegou em casa, quando tomou conhecimento que o homem teria levado a menina e então começou a procurá-la pela região.

A menina relatou para a mãe que o pai teria beijado na boca dela. Depois cometeu o abuso e só parou ao ouvir os gritos da mãe. O pai então teria levado a filha de volta para casa da avó quase meia noite e deixou o local rapidamente.

Jornal Midiamax