Polícia

Pedestre que morreu atropelado na Avenida Guaicurus tinha deficiência visual

Vítima de atropelamento na manhã de sexta-feira (28), Edson Carlos da Silva Carvalho, de 54 anos, tinha deficiência visual, segundo apurou a Polícia. Ele foi atropelado quando atravessava a Avenida Guaicurus, na região do Jardim Colibri. Segundo o registro policial, o pedestre tinha deficiência visual e usava uma bengala para locomoção. Assim, quando tentou atravessar […]

Renata Portela Publicado em 29/08/2020, às 06h22 - Atualizado às 08h26

Acidente na Guaicurus nesta sexta (Henrique Arakaki, Midiamax)
Acidente na Guaicurus nesta sexta (Henrique Arakaki, Midiamax) - Acidente na Guaicurus nesta sexta (Henrique Arakaki, Midiamax)

Vítima de atropelamento na manhã de sexta-feira (28), Edson Carlos da Silva Carvalho, de 54 anos, tinha deficiência visual, segundo apurou a Polícia. Ele foi atropelado quando atravessava a Avenida Guaicurus, na região do Jardim Colibri.

Segundo o registro policial, o pedestre tinha deficiência visual e usava uma bengala para locomoção. Assim, quando tentou atravessar a avenida, acabou colhido pelo Nissan Livina branco, conduzido por um homem de 38 anos.

Com isso, Edson morreu no local e o motorista permaneceu até a chegada dos socorristas e da polícia. Ainda foi constatado que ele não tinha CNH e o caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol como homicídio culposo com aumento de pena se o motorista não possuir CNH.

Jornal Midiamax