Polícia

Pai do suspeito de matar por trator é preso por ajudar na fuga

Um homem de 55 anos foi preso, na última sexta-feira (10) em Aral Moreira a 402 quilômetros de Campo Grande acusado de um assassinato no dia 4 de abril, que teve a participação de seu filho de 31 anos, que está foragido. O assassinato aconteceu em um assentamento em Ponta Porã. O crime aconteceu após […]

Thatiana Melo Publicado em 13/04/2020, às 10h14 - Atualizado às 11h04

(Divulgação PC)
(Divulgação PC) - (Divulgação PC)

Um homem de 55 anos foi preso, na última sexta-feira (10) em Aral Moreira a 402 quilômetros de Campo Grande acusado de um assassinato no dia 4 de abril, que teve a participação de seu filho de 31 anos, que está foragido. O assassinato aconteceu em um assentamento em Ponta Porã.

O crime aconteceu após a cobrança de R$ 20 mil da venda de um trator da vítima de 50 anos ao homem de 31 anos, que se encontrou com ele para negociar a quitação dono valor do trator, sendo que os homens discutiram e o devedor atirou duas vezes contra o dono do trator atingindo o seu rosto.

O pai do homem de 31 anos o ajudou a desovar o corpo em meio a um matagal junto da motocicleta dele. Para despistar a polícia, o pai foi até a delegacia para registrar o desaparecimento de seu filho, mas na realidade ele já havia fugido. Só então que os policiais descobriram o crime encontrando o corpo cinco dias depois do assassinato.

O pai foi preso e o filho ainda é procurado pela polícia.

Jornal Midiamax