Polícia

No último dia de maio, guarda manda para casa 175 que furaram toque de recolher

No último dia do toque de recolher, que havia sido instituído até o dia 31 de maio em Campo Grande, agentes da guarda municipal flagraram 175 pessoas nas ruas que foram orientadas a voltarem para casa, na madrugada desta segunda-feira (1º). A guarda recebeu cerca de 150 denúncias sobre quarentena quebrada por ‘furões’, na cidade. […]

Thatiana Melo Publicado em 01/06/2020, às 09h07 - Atualizado às 09h37

Toque de recolher deverá ser prorrogado mais uma vez na Capital (Divulgação Guarda Municipal)
Toque de recolher deverá ser prorrogado mais uma vez na Capital (Divulgação Guarda Municipal) - Toque de recolher deverá ser prorrogado mais uma vez na Capital (Divulgação Guarda Municipal)

No último dia do toque de recolher, que havia sido instituído até o dia 31 de maio em Campo Grande, agentes da guarda municipal flagraram 175 pessoas nas ruas que foram orientadas a voltarem para casa, na madrugada desta segunda-feira (1º).

A guarda recebeu cerca de 150 denúncias sobre quarentena quebrada por ‘furões’, na cidade. Foram feitas rondas nas sete regiões de Campo Grande, e 13 estabelecimentos comerciais abertos e seu donos orientados a fecharem as portas. Participaram da ação aproximadamente 28 guardas.

No dia 27 de maio, o prefeito Marquinho Trad (PSD) afirmou que iria prorrogar o toque de recolher que já tinha sido estendido até o dia 31 de maio. A publicação com mais uma prorrogação deve ser publicada ainda em Diário Oficial, e deve ser da meia-noite até as 5 horas.

Jornal Midiamax