Polícia

Mulher mata marido com facada no peito em Dourados

Valdemar da Silva, de 50 anos, foi assassinado na noite deste domingo (23), por volta das 23h, com uma facada no peito. Ele é residente na aldeia Bororó, que faz parte da Reserva Indígena Federal de Dourados, considerada a maior de maior de Mato Grosso do sul. Policiais militares da Força Tática, policiais da Depac […]

Marcos Morandi Publicado em 24/08/2020, às 06h41

Crime aconteceu na noite de domingo. (Foto: Reprodução/Osvaldo Duarte)
Crime aconteceu na noite de domingo. (Foto: Reprodução/Osvaldo Duarte) - Crime aconteceu na noite de domingo. (Foto: Reprodução/Osvaldo Duarte)

Valdemar da Silva, de 50 anos, foi assassinado na noite deste domingo (23), por volta das 23h, com uma facada no peito. Ele é residente na aldeia Bororó, que faz parte da Reserva Indígena Federal de Dourados, considerada a maior de maior de Mato Grosso do sul.

Policiais militares da Força Tática, policiais da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) de Dourados e peritos da Polícia Civil também estiveram no local. Uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) também foi acionada.

Segundo informações do boletim de ocorrência a vítima estava ingerindo bebida na companhia da esposa, Mazicleide de Oliveira, de 45 anos, que estava embriagada e foi conduzida para a delegacia. Ela é acusada pelo crime.

A esposa da vítima relatou à policia que os dois passaram a tarde bebendo e que à noite acabaram discutindo por motivos fúteis. Ainda segundo a ocorrência, um vizinho teria acionado primeiramente o filho de Valdemar.

Ao chegar no local, o filho da vítima viu que a madrasta estava com a blusa branca suja de sangue. Ele teve que se ausentar e ao voltar, encontrou Mazicleide vestindo uma outra roupa de cor preta.

Diante das evidências e relatos das testemunhas, Mazicleide foi  conduzida à Depac para a formalização da sua prisão em flagrante delito.

Jornal Midiamax