Polícia

Militar que morreu na Duque de Caxias não tinha habilitação para moto, aponta polícia

Após o acidente que vitimou Joilson Costa da Mata, de 22 anos, na tarde de quarta-feira (2), a Polícia Civil apurou que o jovem não tinha habilitação para conduzir motocicleta. Militar da Aeronáutica, Joilson faleceu após ser atingido por um caminhão na Avenida Duque de Caxias. Equipes da 6ª Delegacia de Polícia Civil estiveram no […]

Renata Portela Publicado em 03/12/2020, às 07h47 - Atualizado às 15h05

Vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Foto: Karina Campos
Vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Foto: Karina Campos - Vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Foto: Karina Campos

Após o acidente que vitimou Joilson Costa da Mata, de 22 anos, na tarde de quarta-feira (2), a Polícia Civil apurou que o jovem não tinha habilitação para conduzir motocicleta. Militar da Aeronáutica, Joilson faleceu após ser atingido por um caminhão na Avenida Duque de Caxias.

Equipes da 6ª Delegacia de Polícia Civil estiveram no local e, conforme o registro, o caminhão Volkswagen conduzido pelo homem de 36 anos, seguia sentido centro/bairro. Joilson pilotava a Honda Biz cinza, no mesmo sentido.

Militar que morreu na Duque de Caxias não tinha habilitação para moto, aponta polícia
Capacete da vítima. Foto: Vinicius Santana

Conforme apurado no local, ocorreu uma colisão lateral entre o caminhão e a moto, quando houve a queda de Joilson, que acabou morrendo. Ainda segundo a polícia, os dois condutores utilizavam a faixa da direita, destinada exclusivamente a veículos de emergência e ônibus.

Também durante a apuração, foi identificado que Joilson não tinha habilitação para conduzir motocicleta. Com isso, o veículo foi recolhido e o caso é tratado como homicídio culposo, quando não há intenção, na direção de veículo automotor.

Jornal Midiamax