Polícia

Mãe confirma que morto a tiro em treta no Nova Lima é ‘Baiano do PCC’

Na manhã desta quinta-feira (11), a mãe de Severino Ramos da Silva Junior, de 19 anos, fez o reconhecimento do rapaz, morto a tiro no fim da tarde de quarta-feira (10). O crime aconteceu em uma residência na Rua Darci Vieira de Faria, no Loteamento José Tavares do Couto, durante um suposto acerto de contas. […]

Renata Portela Publicado em 11/06/2020, às 10h12 - Atualizado em 12/06/2020, às 13h07

Vítima morreu no local (Foto: Dayene Paz, Midiamax)
Vítima morreu no local (Foto: Dayene Paz, Midiamax) - Vítima morreu no local (Foto: Dayene Paz, Midiamax)

Na manhã desta quinta-feira (11), a mãe de Severino Ramos da Silva Junior, de 19 anos, fez o reconhecimento do rapaz, morto a tiro no fim da tarde de quarta-feira (10). O crime aconteceu em uma residência na Rua Darci Vieira de Faria, no Loteamento José Tavares do Couto, durante um suposto acerto de contas.

A princípio, a mãe já teria passado a possível identificação do filho para a Polícia Civil. Nesta manhã, ela procurou o Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) e fez o reconhecimento de Severino. Conforme as informações da polícia, registradas no boletim de ocorrência, o rapaz era conhecido como Baiano do PCC, em referência à facção Primeiro Comando da Capital.

Homicídio e fuga

A vítima foi até a casa do homem de 31 anos, que foi identificado, mas ainda não foi localizado, para um suposto acerto de contas. Armado, Severino entrou em luta corporal com o morador e ocorreram disparos de arma de fogo. A vítima foi ferida por um tiro na axila, que transfixou e saiu pelo tórax.

Severino morreu no local e o homem de 31 anos, que sofreu um ferimento na perna, fugiu com a arma de fogo. O jovem teria chegado na casa com uma motocicleta, que foi apreendida pela polícia por ser produto de roubo ou furto. O caso é tratado como homicídio simples, homicídio simples na forma tentada e receptação.

Jornal Midiamax