Polícia

Golpeado no peito com pedaço de ferro, indígena é morto em aldeia de Dourados

Morreu no início da noite desta quarta-feira (1°), o indígena Antônio Dias Benites, apelidado de Tonico, de 29 anos da Aldeia Bororó, na reserva indígena de Dourados, distante a 225 quilômetros de Campo Grande. Ele foi golpeado por uma lança no lado esquerdo do peito. A Polícia Civil esteve no local e foi possível constatar, […]

Vinícius Costa Publicado em 01/01/2020, às 21h10

Indígena acabou morrendo na frente da casa do autor do crime. (Foto: Osvaldo Duarte, Dourados News)
Indígena acabou morrendo na frente da casa do autor do crime. (Foto: Osvaldo Duarte, Dourados News) - Indígena acabou morrendo na frente da casa do autor do crime. (Foto: Osvaldo Duarte, Dourados News)

Morreu no início da noite desta quarta-feira (1°), o indígena Antônio Dias Benites, apelidado de Tonico, de 29 anos da Aldeia Bororó, na reserva indígena de Dourados, distante a 225 quilômetros de Campo Grande. Ele foi golpeado por uma lança no lado esquerdo do peito.

A Polícia Civil esteve no local e foi possível constatar, conforme informações do Dourados News, que Antônio estava em sua residência fazendo o uso de bebida alcoólica junto com o suspeito de cometer o crime.

A polícia explicou que ambos começaram a discutir e em determinado momento, o autor que seria vizinho do indígena, pegou um pedaço de ferro com lança afiado e acertou um golpe no lado esquerdo do peito de Antônio, que tentou pedir ajuda do lado de fora da sua casa, mas morreu em frente à casa do criminoso.

As informações do Dourados News também apontam que a polícia já identificou o suspeito e que ele seria vizinho da vítima, mas para não atrapalhar as investigações, o nome do indivíduo não será revelado. Esta é a primeira morte de 2020 em Dourados.

Jornal Midiamax