Polícia

Filho de candidato a vereador que atirou em dono de bar se apresenta à polícia

Um homem de 42 anos, acusado de ter atirado 10 vezes contra o dono de uma lanchonete em Dourados se apresentou à polícia na manhã desta quarta-feira (4). O caso aconteceu na noite do último domingo (1) após uma discussão política. O acusado pelos disparos prestou depoimentos ao delegado José Carlos Almussa Júnior, responsável pelo […]

Marcos Morandi Publicado em 04/11/2020, às 09h55

Caso foi registrado como tentativa de homicídio. (Foto: Marcos Morandi)
Caso foi registrado como tentativa de homicídio. (Foto: Marcos Morandi) - Caso foi registrado como tentativa de homicídio. (Foto: Marcos Morandi)

Um homem de 42 anos, acusado de ter atirado 10 vezes contra o dono de uma lanchonete em Dourados se apresentou à polícia na manhã desta quarta-feira (4). O caso aconteceu na noite do último domingo (1) após uma discussão política.

O acusado pelos disparos prestou depoimentos ao delegado José Carlos Almussa Júnior, responsável pelo caso que foi registrado como tentativa de homicídio. Ele estava acompanhado por um advogado.

Segundo a ocorrência registrada no domingo,  a vítima estava na companhia de um cliente conversando sobre política, quando Márcio, filho de candidato a vereador na cidade, chegou e entrou no meio da discussão.

“Você quer falar o que com isso? Que meu pai não presta como candidato a vereador?”, conforme relata denúncia realizada na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) momentos após o ocorrido.

Durante a discussão, o acusado teria empurrado a vítima e também teria sido agredido com um tapa no rosto. Ele deixou o local e retornou 15 minutos depois, armado  e acabou disparando 10 vezes contra o dono lanchonete, que teve que esconder atrás de um freezer para não ser atingido.

Jornal Midiamax