Polícia

Ex que matou com 5 facadas já tinha agredido outra e ficado preso; ele segue foragido

O autor do feminicídio de Laura Rodrigues Monteiro, de 26 anos, assassinada com cinco facadas na tarde de segunda-feira (7), na frente de casa, em Nova Alvorada do Sul, a 117 quilômetros de Campo Grande, já havia ficado preso por agredir outra companheira antes do relacionamento com Laura. Ele continua foragido e a polícia faz […]

Thatiana Melo Publicado em 09/09/2020, às 08h38 - Atualizado às 14h56

Laura foi morta na frente da filha (Arquivo Pessoal)
Laura foi morta na frente da filha (Arquivo Pessoal) - Laura foi morta na frente da filha (Arquivo Pessoal)

O autor do feminicídio de Laura Rodrigues Monteiro, de 26 anos, assassinada com cinco facadas na tarde de segunda-feira (7), na frente de casa, em Nova Alvorada do Sul, a 117 quilômetros de Campo Grande, já havia ficado preso por agredir outra companheira antes do relacionamento com Laura. Ele continua foragido e a polícia faz buscas por Gabriel.

Segundo o delegado que atua no caso, Rômulo Teixeira, várias testemunhas já foram ouvidas e contaram que o relacionamento do casal era bastante conturbado, com muitas brigas e que Laura nunca havia registrado um boletim de ocorrência contra ele.

Ainda de acordo com o delegado as buscas por Gabriel continuam, mas detalhes não serão revelados para não atrapalhar as investigações. O autor tinha várias passagens como lesão corporal dolosa registradas em maio e abril de 2019 e em 2011 ele foi autor de uma tentativa de homicídio.

Laura foi assassinada com cinco facadas sendo que os golpes atingiram o braço quando ela tentava se defender, outro golpe próximo ao pescoço e um golpe fatal na axila, segundo a perícia. Laura teria sido assassinada na frente da filha. O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas a vítima morreu no local.

Jornal Midiamax