Polícia

Em festa, jovem diz que vai acabar com carreira de PMs por ser estudante de Direito

No fim da noite de sexta-feira (10), jovem de 22 anos foi detida por desacatar policiais militares de Corumbá, cidade distante 444 quilômetros de Campo Grande. Ela estava em uma festa que ocorria em uma residência, perturbando os vizinhos com som alto, e se negava a abaixar o som e encerrar. Segundo os militares da […]

Renata Portela Publicado em 11/04/2020, às 07h44 - Atualizado às 08h56

None

No fim da noite de sexta-feira (10), jovem de 22 anos foi detida por desacatar policiais militares de Corumbá, cidade distante 444 quilômetros de Campo Grande. Ela estava em uma festa que ocorria em uma residência, perturbando os vizinhos com som alto, e se negava a abaixar o som e encerrar.

Segundo os militares da Força Tática, eles foram chamados para irem até a casa da suspeita, onde ocorria uma festa com aglomeração de pessoas e som alto. No local, identificaram um rapaz como responsável e disseram para ele desligar o som. Ele acatou a ordem, momento em que a jovem foi até os policiais.

Ela disse que é estudante de direito e os ameaçou, questionando se eles sabiam o que estavam fazendo e ainda afirmando que era advogada e acabaria com a carreira policial deles. Ela foi presa por desacato e conduzida para a delegacia, onde também foi autuada por resistência e perturbação da tranquilidade.

Jornal Midiamax