Polícia

Delegado de MS diagnosticado com coronavírus é transferido de avião ao Albert Einstein em SP

O delegado Valter Guelssi, 51, da Polícia Civil de Angélica, cidade a 210 quilômetros de Campo Grande, foi transferido de avião ao Hospital Albert Einstein em São Paulo na tarde desta quarta-feira (5). Diagnosticado com o novo coronavírus no último dia 23 de julho, o delegado estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do […]

Diego Alves Publicado em 05/08/2020, às 22h39 - Atualizado às 22h41

None

O delegado Valter Guelssi, 51, da Polícia Civil de Angélica, cidade a 210 quilômetros de Campo Grande, foi transferido de avião ao Hospital Albert Einstein em São Paulo na tarde desta quarta-feira (5).

Diagnosticado com o novo coronavírus no último dia 23 de julho, o delegado estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Regional em Nova Andradina. A família foi quem optou pela transferência, publicou o Jornal da Nova.

De acordo com o diretor do Hospital Regional de Nova Andradina, o delegado chegou na unidade no dia 25 de julho e seu quadro clínico é considerado grave. Um avião com uma junta médica do Einstein pousou na pista do aeroporto do frigorífico JBS na cidade, foi até ao HR com apoio da viatura do Corpo de Bombeiros e escolta de viaturas da Polícia Civil.

Angélica registrava até esta quarta-feira (05), 40 casos e coronavírus e taxa de ocupação de 100% dos leitos da UTI, neste fim de semana. Na UTI geral estavam 10 pacientes, sendo que seis estão em ventilação mecânica. Já no setor clínico que tem capacidade para 16 pessoas, cinco estavam em tratamento para a doença.

Jornal Midiamax