Polícia

Criança de 2 anos que teve 90% do corpo queimado respira com ajuda de aparelhos

A criança de 2 anos que deu entrada na Santa Casa na manhã deste domingo (31), com 90% do corpo queimado após incêndio em apartamento no Residencial Zenóbio dos Santos, no Parque Lageado, em Campo Grande, está respirando com ajuda de aparelhos. O fogo teve início após uma brincadeira com isqueiro. De acordo com a […]

Renan Nucci Publicado em 31/05/2020, às 15h05 - Atualizado às 17h02

Corpo de Bombeiros durante atendimento no local. Foto: Renan Nucci | Jornal Midiamax
Corpo de Bombeiros durante atendimento no local. Foto: Renan Nucci | Jornal Midiamax - Corpo de Bombeiros durante atendimento no local. Foto: Renan Nucci | Jornal Midiamax

A criança de 2 anos que deu entrada na Santa Casa na manhã deste domingo (31), com 90% do corpo queimado após incêndio em apartamento no Residencial Zenóbio dos Santos, no Parque Lageado, em Campo Grande, está respirando com ajuda de aparelhos. O fogo teve início após uma brincadeira com isqueiro.

De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, a vítima deu entrada por volta das 11 horas e  encontra-se na área vermelha do pronto-socorro, em atendimento de urgência. A criança foi sedada e está sob ventilação mecânica (máquinas acopladas para promover a respiração).

Também foi feito uso de sonda aberta para drenagem de líquidos do estômago, sonda para eliminação da urina e medicações, conforme prescrição médica. Além disso, passou por exames laboratoriais e foi solicitado parecer pelas especialidades de Cirurgia Plástica e Cirurgia Vascular.

Conforme noticiado, no imóvel havia nove pessoas dentre as quais um casal e sete filhos. Levantamentos preliminares apontam que o fogo teve  início após uma das crianças, que brincava com um isqueiro, provocar chamas em um dos quartos, no qual, além de colchões, havia grande quantidade de materiais recicláveis, como pneus, papéis, latinhas e outros itens, de fácil combustão.

As chamas se alastraram rapidamente e uma das crianças sofreu ferimentos leves, sendo encaminhada à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) das Moreninhas, e está fora de risco. Já a criança que teve 90% do corpo atingido pelas chamas foi conduzida até a UPA Universitário, onde foi interceptada por uma ambulância avançada do Samu para ser levada à Santa Casa.

Jornal Midiamax