Polícia

‘Estou indo para casa’: Garras flagra 79 na rua após toque de recolher contra coronavírus

Com o toque de recolher decretado pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD), no último sábado (21) está proibida a circulação de pessoas entre as 22 horas e às 5 horas, mas nem todos estão cumprindo com a determinação, tanto que policiais do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Bancos, Assaltos e Sequestros) flagraram 79 […]

Thatiana Melo Publicado em 23/03/2020, às 06h49 - Atualizado às 15h39

(Divulgação Garras)
(Divulgação Garras) - (Divulgação Garras)

Com o toque de recolher decretado pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD), no último sábado (21) está proibida a circulação de pessoas entre as 22 horas e às 5 horas, mas nem todos estão cumprindo com a determinação, tanto que policiais do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Bancos, Assaltos e Sequestros) flagraram 79 pessoas nas ruas da cidade.

Entre as 22 horas de domingo (22) e até a 1 hora da madrugada sesta segunda-feira (23), os policiais abordaram cerca de 38 veículos e 79 pessoas abordadas, sendo todos orientados em relação ao toque de recolher decretado no último sábado (21).

Segundo informações passadas, todos que foram abordados pelos policiais tinham como desculpa ‘estou indo para casa’. Ninguém foi preso e sim orientado sobre a não obediência do toque de recolher.

Toque de recolher

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) transmitiu ao vivo em suas redes sociais: toque de recolher em Campo Grande a partir deste sábado (21), das 22h às 05h, durante 15 dias. Segundo ele, quem estiver com qualquer estabelecimento aberto, ou fora de casa, em aglomerações, após às dez da noite, sofrerá graves consequências.

Jornal Midiamax