Polícia

Cliente sofre queimaduras em tratamento facial e esteticista diz que ela foi ‘cobaia’

Nesta sexta-feira (18), mulher de 45 anos procurou a polícia para denunciar uma esteticista de Campo Grande, que atende na Vila Sobrinho. A vítima fez um procedimento facial e sofreu ferimentos graves no rosto, precisando fazer acompanhamento médico. Conforme o registro, a mulher comprou um tratamento facial e já tinha feito a primeira sessão. Assim, […]

Renata Portela Publicado em 18/09/2020, às 12h45

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Imagem ilustrativa

Nesta sexta-feira (18), mulher de 45 anos procurou a polícia para denunciar uma esteticista de Campo Grande, que atende na Vila Sobrinho. A vítima fez um procedimento facial e sofreu ferimentos graves no rosto, precisando fazer acompanhamento médico.

Conforme o registro, a mulher comprou um tratamento facial e já tinha feito a primeira sessão. Assim, na segunda-feira (14) a vítima voltou para a segunda sessão e a esteticista avisou que tinha potencializado a dosagem do produto que seria utilizado. Então, fez na cliente um peeling e luz de LED.

Logo após fazer o procedimento, a esteticista teria dito que tinha acabado de fazer um curso e brincou que a vítima era a “cobaia”. Assim que saiu do local, a cliente sentiu uma dormência no rosto e inchaço, além de ardência nos olhos e dor de cabeça. Também surgiram hematomas no rosto e aproximadamente duas horas depois, bolhas nos cantos dos olhos.

Com isso a vítima procurou atendimento médico, dermatológico e oftalmológico. Então, precisou tomar medicação e decidiu representar criminalmente contra a esteticista, a denunciando por lesão corporal culposa.

Jornal Midiamax