Polícia

‘Chefão’ de facção catarinense preso na fronteira é expulso do Paraguai

Foi expulso do Paraguai, no fim da tarde desta quarta-feira (5), o ‘chefão’ da facção catarinense Guilherme Antônio Vieira conhecido como ‘Xiru’. Ele foi preso durante a madrugada em uma casa em Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã, a 347 quilômetros de Campo Grande. Dois brasileiros que estavam com ele também foram presos. […]

Thatiana Melo Publicado em 06/02/2020, às 08h59 - Atualizado às 13h56

'Xiru' tinha dois mandados de prisão contra ele (Site: ABC Color)
'Xiru' tinha dois mandados de prisão contra ele (Site: ABC Color) - 'Xiru' tinha dois mandados de prisão contra ele (Site: ABC Color)

Foi expulso do Paraguai, no fim da tarde desta quarta-feira (5), o ‘chefão’ da facção catarinense Guilherme Antônio Vieira conhecido como ‘Xiru’. Ele foi preso durante a madrugada em uma casa em Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã, a 347 quilômetros de Campo Grande. Dois brasileiros que estavam com ele também foram presos.

‘Xiru’ tinha dois mandados de prisão contra ele, depois da fuga da penitenciária do Rio Grande do Sul. Ele foi encontrado em uma casa alugada onde recebia remessas de armas de vários calibres que eram enviadas para Florianópolis, em Santa Catarina, segundo o site ABC Color.

Em 2017, Guilherme já havia escapado de uma penitenciária sendo recapturado logo em seguida. ‘Xiru’ tinha montado uma aliança com o CV (Comando Vermelho), na fronteira para o domínio do tráfico de drogas e armas, na região.

Na casa onde o ‘chefão’ da facção catarinense foi encontrado foram apreendidos um veículo Volkswagen Polo, com placa brasileira que a polícia acredita ser clonado e vários celulares. ‘Xiru’ é condenado por tráfico de drogas e armas e associação criminosa.

Jornal Midiamax