Polícia

Adolescentes ‘atropelam’ guardas e fogem de centro de reabilitação na fronteira

Dois adolescente fugiram nesta terça-feira (11) do centro de reabilitação de menores do presídio de Pedro Juan Caballero, município paraguaio na linha internacional com Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande. A polícia faz buscas pela região, mas ainda não há informações sobre capturas. Ao jornal ABC Color, o comissário Roberto Carlos Alfonzo, chefe […]

Renan Nucci Publicado em 11/02/2020, às 18h27 - Atualizado em 12/02/2020, às 11h52

Local de onde os adolescentes fugiram. Foto: ABC Color
Local de onde os adolescentes fugiram. Foto: ABC Color - Local de onde os adolescentes fugiram. Foto: ABC Color

Dois adolescente fugiram nesta terça-feira (11) do centro de reabilitação de menores do presídio de Pedro Juan Caballero, município paraguaio na linha internacional com Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande. A polícia faz buscas pela região, mas ainda não há informações sobre capturas.

Ao jornal ABC Color, o comissário Roberto Carlos Alfonzo, chefe de segurança pública do estado de Amambay, a fuga ocorreu no horário de refeição. “Conforme relatado pelos carcereiros, os dois menores atropelaram os servidores durante o jantar, subiram no telhado e fugiram do local ”, afirmou o chefe de polícia.

No dia 19 de janeiro, 75 detentos, membros do PCC (Primeiro Comando da Capital), teriam fugido do presídio de Pedro Juan Caballero através de um túnel escavado de dentro da unidade até o lado de fora. Mais de 70 metros escavados, mais de 200 sacos de areia deixados em uma das celas da penitenciária e o fator mais questionado foi se nenhum agente penitenciário viu a fuga ou mesmo a escavação ou sequer suspeitou.

Jornal Midiamax