Polícia

Prisão preventiva de rapaz que matou criança de 11 anos a tiros é decretada

A prisão preventiva do rapaz de 23 anos acusado de matar o menino de 11 anos a tiros, em Sidrolândia- a 70 quilômetros de Campo Grande, teve a prisão preventiva decretada nesta segunda-feira (10). Sete testemunhas já foram ouvidas pelo delegado Diego Dantas. Segundo o delegado, o rapaz – primo por consideração do garoto- será […]

Thatiana Melo Publicado em 10/06/2019, às 12h39 - Atualizado às 12h41

None

A prisão preventiva do rapaz de 23 anos acusado de matar o menino de 11 anos a tiros, em Sidrolândia- a 70 quilômetros de Campo Grande, teve a prisão preventiva decretada nesta segunda-feira (10). Sete testemunhas já foram ouvidas pelo delegado Diego Dantas.

Segundo o delegado, o rapaz – primo por consideração do garoto- será ouvido novamente para ver se sustenta a versão de que estava caçando jacarés, quando teria acontecido o tiro acidental, na noite de sábado (8). Sete testemunhas, entre familiares e populares foram ouvidos.

A motivação para o crime ainda é investigada pela polícia. Relatos do irmão da vítima de 13 anos, confrontam a versão dada pelo rapaz. Segundo o adolescente, eles tinham sido convidados com toda a família para irem até uma fazenda na região.

Sendo que durante a noite de sábado (8), foram até um lago junto do rapaz que estava armado, mas no meio do caminho resolveram voltar, momento em que o autor mandou a criança se ajoelhar e rezar o Pai Nosso. Depois que o menino rezou, se levantou e foi em direção ao irmão.

Mas, o rapaz o segurou pelo braço e efetuou um disparo contra o seu abdômen. O autor tem passagem por violência doméstica registrada por sua esposa, que é prima da vítima. Segundo informações no momento do crime não havia indícios que o rapaz estava embriagado.

Prisão preventiva de rapaz que matou criança de 11 anos a tiros é decretada
Delegado irá ouvir novamente autor do crime. Foto: Minamar Júnior

Jornal Midiamax